• Mutirão de Cirurgias
  • Banner Recadastramento do Servidor

Notícias

24/01/2017 18:01

Governo apresenta projeto do VLT na Bovespa nesta sexta-feira

O projeto da Parceria Público Privada (PPP) do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) será apresentado na Bolsa de Valores de São Paulo(Bovespa), nesta sexta-feira (27), às 9h30, direcionado a interessados na gestão da implantação, operação e manutenção do sistema. A sessão pública será coordenada pelo secretário da Casa Civil do Governo da Bahia, Bruno Dauster, com a participação da superintendente de mobilidade da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), Grace Gomes, e do diretor presidente da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), Eduardo Copello.

Com o mesmo objetivo da audiência pública, que ocorreu em Salvador, na última sexta-feira (21), o ato que, agora, tem foco no setor empresarial, deverá recolher sugestões, além de esclarecer dúvidas sobre o processo licitatório para escolha da melhor proposta de contrato da PPP. O secretário Bruno Dauster destaca a importância da realização da sessão de apresentação do projeto. “É necessário explanar todos os detalhes do VLT, apresentar as características técnicas e de viabilidade. Porém, o mais importante é frisar na melhoria da qualidade de vida que o modal irá proporcionar para vida da população do Subúrbio Ferroviário de Salvador”.

VLT

O VLT, que irá substituir o atual Trem do Subúrbio, terá aproximadamente 19 quilômetros de extensão, com 21 paradas, ligando a região do Comércio até Paripe. O traçado prevê a implantação do sistema no trecho Comércio - Calçada e recuperação, melhoria e modernização da infraestrutura do trecho Calçada-São Luiz/Paripe. De acordo com o projeto atual, não haverá a realização de desapropriações de imóveis para a implantação do VLT. Os proprietários das construções ilegais, feitas em área da via férrea, serão indenizados.

Com um investimento total de R$ 1,5 bilhão, o modal será composto por 20 composições de tração elétrica, capaz de levar mais de 600 passageiros em cada uma, e terá um pátio de manutenção no bairro da Calçada e um pátio de apoio de manutenção em Paripe. Todo percurso, de um extremo a outro, será realizado em 40 minutos. O sistema beneficiará cerca de 100 mil pessoas por dia.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.