• Mutirão de Cirurgias
  • Programa Primeiro Emprego
  • Programa Mais Futuro

Notícias

17/03/2017 17:03

Sistema de abastecimento de água beneficia região de Santo Estêvão

Mais de 116 mil baianos da zona rural dos municípios de Santo Estêvão, Anguera, Ipecaetá e Serra Preta, no Território de Identidade Portal do Sertão, passaram a ter acesso à água tratada, com a entrega de mais um sistema integrado de abastecimento de água realizada pelo governador Rui Costa, nesta sexta-feira (17). O evento de inauguração ocorreu em Santo Estêvão, com a participação do secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto.

"Água é sinônimo de vida e de saúde. Quanto mais saudável for a água, mais saúde a gente vai ter. Não faz sentido investirmos em posto de saúde e não investir em abastecimento e esgoto. Por isso, o governo Wagner criou o programa Água para Todos e fez o maior investimento em abastecimento da história da Bahia. Nós estamos dando prosseguimento a este programa”, afirmou Rui.

A capacidade de vazão do sistema dobra, com a ampliação de 120 mil para 240 mil litros por segundo. A água é captada no Lago da Barragem de Pedra do Cavalo. O sistema conta com quatro estações elevatórias, uma adutora de água bruta e outra de água tratada, uma estação de tratamento de água e outra de lodo, dois reservatórios e uma rede de distribuição de quase 15 quilômetros, alcançando 1.345 novas ligações domiciliares. O investimento é de R$ 28,4 milhões, sendo R$ 25,5 milhões financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 2,8 milhões investidos pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa).

Segundo o agricultor familiar Edson de Jesus, a água vai chegar à torneira dos cerca de dois mil moradores da comunidade onde mora. “Hoje nós temos água, mas não é em toda a extensão da comunidade. Com essa ampliação, vai chegar onde está faltado e todo mundo vai ter água na torneira”.

O também agricultor Martins Gomes lembrou que a água vai ser utilizada nas casas, na produção agrícola e na criação de animais. “Nós não temos água nos tanques, nem poço artesiano. Tem dia que nem dava para tomar banho. Agora vai ter água para beber, para tomar banho e para dar para um bichinho”.

Viaturas e estações de tratamento

Durante a solenidade, na sede do município, Rui também entregou três viaturas, duas para a Polícia Civil e uma para a Militar, que servirão aos municípios de Irará, Conceição do Jacuípe e Terra Nova. Ainda Santo Estêvão, ele visitou a estação de tratamento de água e uma estação de tratamento de esgoto, construída por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As duas passarão a ser administradas pela Embasa.

Segundo o governador, o sistema de esgotamento, que está em fase de testes, deve ser inaugurado em 60 dias. “Eu volto ao município para a inauguração da obra, que custou R$ 19 milhões. A Embasa agora vai começar a fazer a ligação nas casas e Santo Estevão vai chegar a ser uma das cidades com maior cobertura de esgotamento do Brasil. No início, serão 50% de cobertura, mas a capacidade do sistema é para uma cobertura de 100%”, comentou.

Sobre o sistema de esgotamento sanitário, Cássio Peixoto declarou que é uma iniciativa do Governo do Estado em parceria com o município. “O investimento vai elevar o índice de saneamento do município. A Embasa vai gerir o sistema junto com o município, qualificando e colocando todo o esgoto dentro do patamar definido pela Organização Mundial de Saúde [OMS] e dando o destino final adequado aos resíduos, evitando a poluição de rios e mananciais”.

Odontomóvel

Até este sábado (18), moradores de Santo Estêvão também recebem os serviços do Odontomóvel, estratégia itinerante da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). O trabalhador autônomo José Domingos Barbosa é cadeirante e aproveitou a chance para fazer uma limpeza nos dentes. “Para mim e para as pessoas das comunidades mais carentes, esta é uma grande oportunidade, porque é de graça. Muita gente não tem condição de fazer o tratamento particular”.

Segundo o coordenador de Saúde Bucal de Santo Estêvão, Danilo Cesar Velar, o município possui 14 postos de saúde da família com atendimento odontológico, o que ainda não é suficiente para atender à população de aproximadamente 55 mil habitantes. “No Odontomóvel, do Programa Saúde sem Fronteiras, são 10 odontólogos, que realizam 180 atendimentos por dia, entre obturações, limpezas, cirurgias e próteses. Esta é uma população carente e o Odontomóvel veio ajudar a gente nessa parceria entre o município e o Estado”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.